Câmara Técnica de Enfrentamento à Violência contra a Mulher realiza primeira reunião

Objetivo da Câmara é o planejamento e execução das ações, dos avanços e dos desafios para a implementação do Pacto Nacional pelo Enfrentamento da Violência contra a Mulher.
Na quinta-feira, 4 de julho, a Coordenadoria de Política para Mulheres da Prefeitura de Registro reuniu a Câmara Técnica de Gestão e Monitoramento de Enfrentamento à Violência contra a Mulher para discutir o Plano Integral Básico de Registro. O desenvolvimento deste Plano é uma ação do Pacto Nacional firmado no dia 11 de junho pelo prefeito Municipal Gilson Wagner Fantin junto a Secretaria da Justiça do Estado de São Paulo.

“A Câmara Técnica Municipal terá representação de diferentes setores e irá definir ações que incluam os diferentes entes sociais envolvidos no enfrentamento do problema”, explica a coordenadora do Centro de Referência (CRAM) e responsável pela formação da Câmara Técnica de Gestão e Monitoramento, Rosa Martins. Segundo ela, o principal objetivo da Câmara é o planejamento e execução das ações, dos avanços e dos desafios para a implementação do Pacto Nacional pelo Enfrentamento da Violência contra Mulher no âmbito municipal, bem como de avaliação política do processo.

À Coordenadoria da Mulher no Município caberá organizar a Câmara Técnica de Gestão e Monitoramento, prover apoio técnico-administrativo e os meios necessários à execução dos trabalhos. Fazem parte desta formação intersetorial a Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar do Estado de São Paulo, Defensoria Pública, Delegacia de Defesa da Mulher, Ministério Público, Tribunal de Justiça, Secretaria Municipal de Educação, Ministério do Trabalho, Secretaria da Assistência Social, Secretaria da Saúde, Centro de Referência da Mulher, Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente e Conselho Municipal de Saúde. Além dos encaminhamentos feitos referentes ao Plano Integral Básico, ficou deliberado pelos setores presentes que a próxima reunião ocorrerá no dia 26 de julho, às 9 horas, na sede da Polícia Rodoviária Federal.

“Este trabalho será pautado pelo compromisso social e as ações de políticas públicas que a rede de enfrentamento à violência contra mulher desenvolvem em diferentes setores, garantido os direitos da mulher, onde cada órgão terá o seu papel na orientação e acolhida da mulher e de sua família”, conclui Rosa Martins.
Próxima NotíciaAplicativo Zeladoria de Registro está disponível também para iOS Aplicativo Zeladoria de Registro está disponível também para iOS