CDHU entrega 92 casas do Registro D2

Prefeito Gilson Fantin anunciou a construção de outras 200 moradias pela CDHU no mesmo bairro.
O secretário adjunto de Estado da Habitação, Marcos Penido, e o prefeito Gilson Fantin participaram na manhã deste domingo, 30 de junho, da solenidade de entrega de 92 casas do Conjunto Habitacional Dra. Alzira Pacheco Lomba Kotona, conhecido como Registro D2. Construído pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), o conjunto possui ao todo 286 moradias.

Na oportunidade, o prefeito Gilson anunciou a construção de outras 200 casas pela CDHU. “O Governo do Estado liberou R$ 400 mil para que a Prefeitura pudesse comprar o terreno. Já estamos adquirindo a área e as 200 casas serão erguidas aqui ao lado”, afirmou o prefeito, referindo-se ao Bairro onde está o Registro D2. Gilson destacou também que a Secretaria da Habitação do Estado autorizou outras 1.376 casas que serão construídas pelo programa Minha Casa Minha Vida, com aporte de recursos do governo estadual. “Na maioria das cidades, os terrenos e os materiais ficaram mais caros e o recurso investido pelo governo federal não estava sendo suficiente. Para resolver esse problema, o governo do Estado vai liberar R$ 25 mil por casa para viabilizar os empreendimentos, já que nesse programa são as empresas que constroem e vendem as casas para a Caixa Econômica Federal”, explicou o prefeito de Registro.

Gilson ressaltou o grande apoio do deputado estadual Samuel Moreira, presidente da Assembleia Legislativa, que conhece as necessidades da região e tem buscado recursos e projetos importantes para Registro. O prefeito anunciou ainda a construção do velório municipal no Nosso Teto, cuja obra foi licitada na sexta-feira, 28/06.

Em sua fala, o secretário adjunto da Habitação, Marcos Penido, destacou a qualidade das casas entregues pela CDHU. “Hoje não se fala mais em conjunto habitacional, mas em condomínio residencial. Não entregamos as casas sem água, esgoto, drenagem e aquecimento solar”, afirmou. “A partir de amanhã, deixa de ser uma casa para ser um lar. E lar não tem preço. Cuidem bem desse lar, não caiam na tentação de vender a casa. Além de ilegal, também é imoral”, disse o secretário. Em Registro, a Prefeitura intensificou a fiscalização e encontrou irregularidade em 16 casas do D2 e em 36 no Agrochá, do programa Minha Casa Minha Vida.

A solenidade de entrega das moradias contou ainda com a presença da primeira-dama e presidente do Fundo Social de Registro, Maria Amelia Fantin; do assessor do deputado estadual Samuel Moreira, Mário Sérgio; do prefeito de Barra do Turvo, Henrique da Mota Barbosa; prefeito de Eldorado, Eduardo Fouquet; vice-prefeito de Jacupiranga, Narciso Simões; dos vereadores de Registro, Osvaldo Machado e Marcelo Comeron, secretários municipais, entre outras lideranças.

As casas

As casas do Conjunto Habitacional Dra. Alzira Pacheco Lomba Kotona possuem dois e três dormitórios, sala, cozinha, banheiro e área construída de 48,89 m2 e 59,97m2. Todas as unidades contam com piso cerâmico nos cômodos, azulejos no banheiro e na parede hidráulica da cozinha, teto mais alto, laje, além de sistema de aquecimento solar para a água do chuveiro, um diferencial que diminui em até 30% a conta de energia. Na parte externa, há muro de divisa entre os lotes, calçadas e gramado na frente das casas e ruas pavimentadas. A pedido do prefeito Gilson Fantin, a CDHU recapeou as ruas das 194 casas entregues no ano passado porque o pavimento já estava deteriorado.

Das 286 casas, 136 foram destinadas para famílias que moravam em áreas de risco de enchente. A CDHU investiu R$ 27,4 milhões no empreendimento, que foi edificado em terreno doado pela Prefeitura. As famílias que receberam as chaves no domingo foram selecionadas por meio de sorteio público.

Os novos mutuários terão prazo de até 25 anos para quitar o financiamento. As prestações serão subsidiadas pelo Governo do Estado e calculadas de acordo com a renda familiar. Quem ganha até três salários vai desembolsar 15% do rendimento mensalmente. Em Registro, 87% das famílias que receberam as casas estão nessa faixa. O valor da menor prestação é de R$ 101,70.





























Próxima NotíciaAplicativo Zeladoria de Registro está disponível também para iOS Aplicativo Zeladoria de Registro está disponível também para iOS