Centros de Inclusão Digital voltam a funcionar após manutenção

Internautas que procuraram os Centros de Inclusão Digital no início do ano tiveram uma surpresa ao encontrar as portas fechadas. Desde o final de dezembro de 2012, os locais não estavam abertos ao público devido ao término do contrato com a empresa responsável pela contratação dos monitores que atuavam nos CIDs. De acordo com Thales Alexandre Carvalho de Sousa, Chefe de Serviços e Projetos de Inclusão Digital, as condições em que os espaços se encontravam também não permitiam a continuidade do atendimento de forma satisfatória. “Ao assumir o cargo como coordenador do programa no início de janeiro, efetuei uma visita aos espaços para analisar as condições de uso e as necessidades do ambiente, podendo então constatar que as máquinas estavam danificadas e o ambiente estava extremamente sujo, cheio de poeira e insetos”, disse.

O CID da Praça dos Expedicionários voltou a atender no dia 11 de janeiro após a manutenção do espaço e dos computadores. “Foi feita uma limpeza minuciosa, tanto do espaço quanto de cada um dos equipamentos para que os usuários fiquem à vontade em um ambiente higienizado”, disse Thales. Os Centros do Arapongal, Jardim São Paulo e Vila da Palha estão em funcionamento desde o dia 15 e também estão sendo providenciadas as devidas manutenções.

No Centro Social Urbano, o Acessa SP - programa de inclusão digital do Governo do Estado - voltará a funcionar em breve, após o curso para capacitação dos monitores e melhoria dos equipamentos.

Os Centros de Inclusão Digital estão abertos de segunda à sexta-feira das 08h00 às 12h00 e das 13h30 até às 17h30. Na Praça dos Expedicionários existe a Wi-Fi Zone, que oferece acesso livre a internet 24h em qualquer ponto da praça, permitindo aos usuários acesso a internet de notebooks, tablets e smartfones. Para utilizar das dependências, basta efetuar o cadastro no próprio local apresentando o RG. Cada pessoa pode utilizar os equipamentos por 30 minutos, permitindo assim o acesso a e-mails, realização de inscrições em cursos e concursos, pesquisas, entre outros.

Uma novidade é que agora o CID Expedicionários conta com impressora para impressão de boletos, currículos e outros documentos. Jovens de 16 a 18 anos precisam apresentar autorização do maior responsável para terem acesso ao serviço. Menores de 16 anos podem utilizar os computadores com o acompanhamento dos pais.

Próxima NotíciaAplicativo Zeladoria de Registro está disponível também para iOS Aplicativo Zeladoria de Registro está disponível também para iOS