Circuito SESC de Artes terá show de Emicida neste domingo, 4 de maio

Evento em Registro contará ainda com apresentações de artemídia, dança, teatro e circo.
Espetáculos gratuitos e de extrema qualidade integram a programação do Circuito SESC de Artes, que vem novamente a Registro neste domingo, 4 de maio. As apresentações começarão às 17 horas e seguirão até 22h na Praça Beira Rio e também no palco externo do Teatro Wilma Bertelli.

O Circuito é mais uma iniciativa do SESC em parceria com a Prefeitura de Registro, por meio da Secretaria de Cultura. Serão seis atrações com intervenções artísticas com os espectadores e apresentações de teatro, circo, artemídia, literatura e música. As atividades são para todas as idades e têm acesso gratuito.

A programação encerra com o show de Emicida, a partir das 20 horas. Considerado uma das maiores revelações do hip hop brasileiro nos últimos anos, Emicida vai apresentar em Registro o show de seu mais recente álbum, "O Glorioso Retorno de Quem Nunca Esteve Aqui".

Lançado em 2013 com vídeo que permite acompanhar o seu processo de criação, o primeiro álbum de estúdio de Emicida reinou nas listas de melhores discos do ano, sendo eleito inclusive o álbum de 2013 pela revista Rolling Stone. O happer levou ainda o prêmio de melhor intérprete na escolha da APCA.

PROGRAMAÇÃO EM REGISTRO

17h - TROCO UM CAUSO POR UM CONTO – Guardanapos Poéticos (literatura) SP

A intervenção urbana, realizada pelo escritor Daniel Viana, acontece em um cenário composto por uma máquina de datilografar, duas cadeiras, uma mesa e uma placa com os dizeres: Troco um causo por um conto. O artista ouve histórias pessoais do público e transforma esses relatos em microcontos ou poesias. Em seguida, os textos são datilografados em guardanapos que são oferecidos aos contadores das histórias. A proposta artística é realizar uma troca poética. Ao fim da ação, alguns dos melhores contos e poesias serão expostos em um varal/painel.

17h - TRAJETOS URBANOS (artemídia) SP – 15 a 20min

Andando em um skate adaptado para pintar o asfalto, o artista Raphael Escobar realiza uma intervenção urbana, com um traçado marcado por uma tinta branca. O público poderá acompanhar esse traçado aleatório que o levou até o destino, enquanto se desloca em zigue-zagues e linhas retas. A atividade propõe um olhar sobre a rua e suas possibilidades de trajetos, que, mesmo pré-determinados, podem ser redescobertos e realinhados de acordo com a intenção de quem o vê e o percorre.

17h20 – MIRA – Grupo de Teatro de Pernas pro Ar (teatro) RS – 40min

O espetáculo apresenta bonecos gigantes, livremente inspirados nas obras do artista plástico espanhol Joan Miró. Eles representam estranhas formas de vida com capacidade de mostrar a realidade de forma simples e simbólica. Um convite para “mirar” bonecos gigantes em situações puras e cotidianas, embalados por uma trilha sensível. Sem falas e voltado à família, o espetáculo atrai pela sutileza dos contrastes de cada personagem, sugerindo leveza, cor, luz e poesia.

18h - FLAMINGOS DE FUEGO – The Pambazos Bros (circo) SP – 60 min

O espetáculo é uma festa dançante promovida por cinco incansáveis músicos que interpretam clássicos do bolero, da cumbia e do chachachá em versões cômicas compostas por instrumentos acústicos como contrabaixo, três cubano, bongo, clarinete, sax, clarone, acordeom, maracás e até serrote. O show é um transporte a um lugar de romantismo, ritmo e gargalhadas, que recria o ambiente dos boleros dos anos 50, numa seleção de músicas arrancadas das páginas do cancioneiro internacional vindo das ruas.

19h - ONDE O HORIZONTE SE MOVE – Gustavo Ciriaco (dança) SP – 60 min

O horizonte muitas vezes é tomado como anunciador de destinos, como panorama de nosso futuro. Inspirada pelas paisagens dos filmes de faroeste, onde se pode avistar figuras borradas pela poeira, pela luz e pelo sol escaldante, a performance propõe ao público que lance seu olhar para o horizonte à procura de imagens que aos poucos possam se revelar. Gustavo Ciríaco cria trabalhos artísticos que se relacionam com o lugar e a arquitetura onde são apresentados.

20h – EMICIDA (música) SP – 80min

O rapper Leandro Roque de Oliveira, que começou sua carreira nas batalhas de rimas improvisadas, ganhou o apelido de Emicida, trocadilho para “homicida de MC’s” (mestres de cerimônias da cultura hip-hop), por suas constantes vitórias sobre os colegas do movimento. Neste show, Emicida apresenta o repertório de seu recente trabalho O Glorioso Retorno de Quem Nunca Esteve Aqui, álbum marcado pelas várias participações femininas como Pitty, Fabiana Cozza, Tulipa Ruiz e outras, além do sambista, baterista, cantor e compositor carioca Wilson das Neves e do grupo de samba Quinteto em Branco e Preto.





























Próxima NotíciaAplicativo Zeladoria de Registro está disponível também para iOS Aplicativo Zeladoria de Registro está disponível também para iOS