CRAM fortalece elo com Delegacia da Mulher para atender vítimas de violência

Objetivo do Centro de Referência é prestar atendimento multidisciplinar às mulheres que procuram a DDM.
A coordenadora do Centro de Referência e Atendimento à Mulher de Registro (CRAM), Cintia Duarte, e a advogada Sandra de Fátima Teixeira participaram de reunião com o delegado da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), Dr. Daniel Rocha, e sua equipe para traçar mecanismos de prevenção e combate à violência contra a mulher.

Realizada no dia 4 de julho, a reunião foi importante para fortalecer o elo entre as duas instituições, visando melhorar o atendimento às mulheres vítimas de violência. Segundo Cintia Duarte, dentro de todo o contexto em discussão ficou acordado que, identificado o tipo de violência e sua gravidade, a mulher deverá ser encaminhada ao CRAM para atendimento multidisciplinar. “Desta forma, poderemos realizar os procedimentos necessários e fazer o acompanhamento da vítima junto a outros órgãos competentes, como a Defensoria Pública do Estado de São Paulo, a Promotoria de Justiça, a própria Delegacia de Defesa da Mulher, entre órgãos municipais”, explica a coordenadora do CRAM.

“Essa parceria é fundamental para melhor atender, fortalecer e amparar a mulher em situação de violência”, afirma a advogada Sandra Teixeira. Além da DDM, o CRAM também se reunirá com representantes da Defensoria Pública e da Promotoria para discutir estratégias de prevenção e combate à violência contra a mulher.
Próxima NotíciaAplicativo Zeladoria de Registro está disponível também para iOS Aplicativo Zeladoria de Registro está disponível também para iOS