Escolas municipais realizam ações solidárias nas comunidades

Atividades fizeram parte do projeto “Festival da Cidadania”
No mês de agosto e início de setembro, as 53 escolas da rede municipal de ensino, que somam cerca de 5 mil alunos, participaram de projeto educacional realizando diversas ações solidárias nas comunidades em que estão inseridas. O Projeto “Festival da Cidadania”, elaborado pelas Secretarias de Educação e de Cultura da Prefeitura de Registro, foi uma iniciativa para comemorar o Dia da Pátria, promovendo e fomentando a ação cidadã e a participação na comunidade.

Cada unidade de ensino teve a oportunidade de escolher a ação que gostaria de realizar. As escolas arrecadaram alimentos, roupas, brinquedos, cestas básicas, itens de higiene e limpeza e doaram para entidades filantrópicas do município e para sua própria comunidade. Também foram feitos mutirões de pintura e limpeza, além da revitalização do parquinho do Bloco B, feita pela EMEB José Mendes. A EMEF Pref. Josino Silveira organizou uma caminhada pela paz e a Creche do Arapongal confeccionou e distribuiu filipetas sobre os direitos da criança.

As palestras também foram ações desenvolvidas pelo projeto. A Creche Estrelinha Azul realizou uma palestra sobre a importância da colaboração, respeito, paz e amizade e a Creche Trenzinho Alegre recebeu a palestra sobre a preservação do meio ambiente. Na Creche Carmem Helena aconteceu a entrega de mudas de plantas, além de um mutirão de limpeza em torno da escola.

Na EMEF João Batista Poci Jr aconteceu uma ação conjunta com a EMEF Ribeirão de Registro e EMEF Boa Vista, com ginástica, palestras, corte de cabelo e manicure. Na EMEF Kesao Kasuga, uma tarde também foi destinada para o corte de cabelo, além da doação de cestas básicas e roupas para famílias carentes da comunidade. A EMEB Pedreira do Arapongal confeccionou uma colcha de retalhos para doação, onde cada aluno colaborou com um retalho e, antes de costurá-lo, contava a história de sua vida.

Segundo a secretária municipal de Educação, Simone Patrícia de Castilho Cunha, o objetivo é contribuir para a formação de cidadãos conscientes da sua importância na comunidade e promover habilidades para que possam trabalhar individual e coletivamente em busca de soluções para os problemas. “Acreditamos que podemos otimizar as potencialidades dessas crianças e jovens, motivando-as a atuarem como agentes transformadores e vivificadores da sociedade”, completou Simone.

Também participaram com importantes ações solidárias as creches Vila Ribeirópolis, Kiyoshi Seimaru, Chapeuzinho Vermelho, Pedacinho do Céu e vinculadas, as EMEF’s Alberto Bertelli, Ana Pinto Banks, Francisco Manuel, José de Carvalho, Juscelino Kubitschek de Oliveira, Olga Clivatti Rodrigues e Fernando Sérgio, além da EMEB Nicéa Hirota da Silva.





























Próxima NotíciaAplicativo Zeladoria de Registro está disponível também para iOS Aplicativo Zeladoria de Registro está disponível também para iOS