Jovens se reúnem para discutir sobre os 23 anos do ECA e o protagonismo infantil

11 crianças se reuniram no período da manhã e 30 jovens compareceram no período da tarde no Centro Comunitário da Vila Nova para participar da 1ª Reunião Lúdica Municipal dos Direitos Humanos da Criança e do Adolescente.
Um encontro organizado por jovens registrenses e realizado pelo CMDCA – Conselho Municipal da Criança e do Adolescente no dia 14 de junho, sexta-feira, levantou a pauta sobre os 23 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e o protagonismo infantil. Com a presença de conselheiros da Comissão Organizadora do CMDCA, 11 crianças se reuniram no período da manhã e 30 jovens compareceram no período da tarde no Centro Comunitário da Vila Nova para participar da 1ª Reunião Lúdica Municipal dos Direitos Humanos da Criança e do Adolescente. Na ocasião, os grupos discutiram sobre seus papeis na sociedade e levantaram as principais demandas da infância e da juventude.

O encontro das crianças de 5 a 12 anos foi iniciado com um vídeo lúdico sobre o ECA, e em seguida, em forma de desenhos, os participantes expressaram o que julgavam ser importante para a infância, como entenderam a defesa dos seus direitos e o que esperavam das políticas públicas. As respostas tratavam sobre a convivência familiar e comunitária, a necessidade de espaços destinados ao lazer, questões ligadas à afetividade e a necessidade de carinho por parte dos responsáveis.

Na reunião dos adolescentes, além da apresentação do vídeo sobre “Os Direitos da Criança e do Adolescente e o ECA”, foi realizada uma dinâmica de grupo com a leitura de trechos do Estatuto e em forma de debate em grupo, todos tiveram a oportunidade de expor suas opiniões sobre o papel do jovem como protagonista de suas vidas e como parte da sociedade. Os relatos destacaram que há pouco espaço e pouca atenção voltada para ouvir a opinião da juventude.

Eles também chegaram à conclusão de que o que agrada a faixa etária é estar entre seus pares e participar de programas de cultura e lazer, mas que atualmente há pouca adesão por parte deles nas iniciativas criadas para este fim no município. Também foram abordados temas como convivência familiar e comunitária, drogadição, violência, preparação e inserção no mercado de trabalho e a necessidade de atividades esportivas e locais para encontro de jovens no município.

Na ocasião, foi realizada uma eleição para escolher os representantes do município nos próximos Encontros Lúdicos. Entre as crianças a representante escolhida foi Maria Eduarda Lima Conceição do Carmo e, como suplente, Laysla Lima de Oliveira. Entre os adolescentes, a titular é Beatriz Maria Moreira Francisco com a suplente Rita de Cássia de Pina Vilhardo. Em setembro será realizado o 5º Encontro Lúdico Estadual em Águas de Lindóia, pela primeira vez com a participação de Registro.
Próxima NotíciaAplicativo Zeladoria de Registro está disponível também para iOS Aplicativo Zeladoria de Registro está disponível também para iOS