Oficina do Fundo Social ensina a fazer enfeites de Páscoa com auxílio da internet

Oficina realizada no Centro de Inclusão Digital possibilitou que os participantes descobrissem uma nova fonte de renda a partir de ideias extraídas da internet.
A oficina realizada no Centro de Inclusão Digital pelo Fundo Social de Solidariedade, no último dia 28 de março, possibilitou que os participantes descobrissem uma nova fonte de renda a partir de ideias extraídas da internet. A oficina para confecção de lembranças e enfeites de Páscoa teve como objetivo mostrar que o computador pode ser uma ferramenta útil para adquirir conhecimentos na web de forma fácil e divertida. Cerca de 30 jovens e adolescentes aprenderam gratuitamente a utilizar os recursos disponíveis no telecentro para buscar dicas de montagem e passo a passo para produzir diversas cestas artesanais temáticas.

Aproveitando a ocasião, ao término da oficina foram abordados os principais cuidados no combate e prevenção da dengue, para que pudessem ser aplicados nas casas dos participantes.

O curso ocorreu em dois períodos, durante manhã e tarde, para não prejudicar os horários das aulas. A oficina foi ministrada pelos monitores do CID e contou com a presença da presidente do Fundo Social de Solidariedade, Maria Amélia Fantin, que também esteve no Centro de Convivência do Idoso para distribuir mimos de Páscoa aos integrantes.

Serviço

Os Centros de Inclusão Digital estão abertos de segunda à sexta-feira das 8h às 12h e das 13h30 às 17h30. Na Praça dos Expedicionários existe a Wi-Fi Zone, que oferece acesso livre a internet 24h em qualquer ponto da praça, permitindo aos usuários acesso a internet de notebooks, tablets e smartfones.

Para utilizar o CID, basta efetuar o cadastro no próprio local apresentando o RG. Cada pessoa pode utilizar os equipamentos por 30 minutos, permitindo assim o acesso a e-mails, realização de inscrições em cursos e concursos, pesquisas, entre outros.

O CID Expedicionários também conta com impressora para impressão de boletos, currículos e outros documentos. Jovens de 16 a 18 anos precisam apresentar autorização do maior responsável para terem acesso ao serviço. Menores de 10 anos podem utilizar os computadores com o acompanhamento dos pais.





























Próxima NotíciaAplicativo Zeladoria de Registro está disponível também para iOS Aplicativo Zeladoria de Registro está disponível também para iOS