Registrenses vencem Paulista Escolar de Xadrez

A competição, realizada em Barueri, reuniu mais de 300 alunos de 73 escolas.
Alunos de escolas públicas de Registro, Pedro Feijó de Oliveira e Demy Yamamaru conquistaram de forma surpreendente o título máximo no Campeonato Paulista Escolar, organizado pela Federação Paulista de Xadrez junto com a empresa Xeque & Mate. A competição, que aconteceu no sábado, 15/11, em Barueri, reuniu mais de 300 alunos de 73 escolas, separados pelo ano escolar, sendo a maioria de escolas particulares, que contam com uma excelente estrutura de xadrez e técnicos renomados.

No Albert Sabin, por exemplo, xadrez é matéria obrigatória do currículo. Em outras, a xadrez ocupa uma das aulas semanais de Matemática. Pedrinho tem 10 anos e estuda na EMEF do Bairro Indaiatuba. Dentre 26 participantes, Pedrinho foi o único a alcançar 5 vitórias, tendo superado Leonardo Leitão, do Colégio Albert Sabin e Erico Pimentel do Colégio Augusto Laranja, que ficaram com as duas posições seguintes. Diferente da grande maioria das crianças nesta faixa etária, Pedrinho não comemora suas vitórias efusivamente, pelo contrário, tenta consolar seus adversários antes que estes comecem a chorar, o que também acontece com frequência.

Demy Yamamaru Curcio acabou de completar 13 anos e estuda na EE Massako Hirabayashi. Dentre 12 participantes, ela terminou invicta, com 4 pontos, e foi melhor no critério de desempate superando outras três concorrentes, entre elas a favorita Beatriz Primo e Silva, do Colégio Albert Sabin, com quem empatou na última rodada, apesar de ter ficado melhor no jogo.

Gabriela de França Moreira, que estuda na EE João Adorno Vassão, tem 14 anos e participa da Turma de Treinamento, junto com a professora Tiemi. Gabriela fez 3,5 pontos e tinha tudo para ser campeã, mas depois de jogar bem durante todo o torneio, perdeu na última rodada para quem ainda não havia vencido. Mas Gabriela foi a única a derrotar a campeã Tais Moura dos Santos, da EE Esmeraldo Taquino.

Ricardo Matayoshi, 13, do Colégio Logos, de Juquiá, ficou em 10º lugar, com 3 pontos, tendo muito azar no emparceiramento logo no início da competição.

O professor Nilton Hirota tomou conta desta pequena, mas vitoriosa delegação, que representou dignamente o Vale do Ribeira e as escolas públicas.





























Próxima NotíciaAplicativo Zeladoria de Registro está disponível também para iOS Aplicativo Zeladoria de Registro está disponível também para iOS