Registro está entre os municípios com alto índice de efetividade na gestão municipal

Avaliação do Tribunal de Contas mostra que a Prefeitura está aplicando com eficácia os recursos públicos
Depois de ficar na 19ª posição em Indicadores Sociais – Responsabilidade Social na Pesquisa IstoÉ/Austin Ratings, Registro acaba de receber mais uma excelente avaliação. O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo divulgou nesta segunda-feira, 5/10, o Índice de Efetividade da Gestão Municipal (IEGM) e Registro alcançou a nota B+ (muito efetiva). Na prática, a avaliação comprova que a Prefeitura está aplicando com eficiência os recursos públicos. Realizada pela primeira vez, a pesquisa avaliou os indicadores de 2014.

“Desde que iniciamos a elaboração do plano de governo, nossa principal meta era melhorar a qualidade dos serviços públicos prestados à população, dando um retorno digno diante dos impostos que todos pagamos. Os resultados dessas pesquisas mostram que nosso plano de governo está sendo executado com eficiência, graças à boa gestão dos recursos públicos e ao empenho de cada servidor da Prefeitura”, declara o Prefeito Gilson Fantin. Ele também destaca o apoio dos vereadores da base aliada, que contribuem com a gestão ao aprovar projetos que beneficiam o Município.

A avaliação do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo levou em consideração não só os indicadores financeiros, mas também a qualidade dos serviços públicos e o quanto as Prefeituras conseguem atender às demandas da população. A gestão foi avaliada nas áreas da Educação; Saúde; Planejamento; Gestão Fiscal; Meio Ambiente; Proteção dos Cidadãos; e Governança da Tecnologia da Informação (TI).

Na Educação, Registro adquiriu a nota A, de gestão altamente efetiva. Saúde, Meio Ambiente e Proteção aos Cidadãos receberam nota B+, de muito efetiva. Gestão Fiscal e TI ficaram com nota B (efetiva) e Planejamento, nota C+ (em fase de adequação).

Segundo o Tribunal de Contas, os elementos apurados resultaram em demonstrativos de eficiência e eficácia que servirão aos Prefeitos e Vereadores como valioso instrumento de medição de resultados, correção de rumos, reavaliação de prioridades e consolidação do planejamento.

A criação do IEGM/TCESP foi possível com a interação e participação das Secretarias Estaduais da Educação, da Saúde, do Meio Ambiente, da Secretaria da Casa Militar/Defesa Civil, do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo - CREMESP, da CETESB, da Fundação Todos pela Educação, Instituto Brava, técnicos do Tribunal de Contas e especialistas das diversas áreas nas 7 dimensões que compõem o índice.
Próxima NotíciaAplicativo Zeladoria de Registro está disponível também para iOS Aplicativo Zeladoria de Registro está disponível também para iOS