Secretaria de Trânsito inicia obras de construção e reforma de rampas de acessibilidade

As intervenções acontecerão em esquinas das avenidas Jonas Banks Leite, Clara Gianotti de Souza e Wild José de Souza, além das ruas José Antônio de Campos e Tamekichi Takano.
A Secretaria de Trânsito e Mobilidade Urbana da Prefeitura de Registro iniciou no dia 14 de janeiro a execução das obras de acessibilidade na região central do município. Serão realizadas reformas, construção de novas rampas e ampliação e adequação de calçadas para os cadeirantes se deslocarem com facilidade em 61 rampas.

As intervenções acontecerão em esquinas das avenidas Jonas Banks Leite, Clara Gianotti de Souza e Wild José de Souza, além das ruas José Antônio de Campos e Tamekichi Takano. O Secretário Municipal de Trânsito e Mobilidade Urbana, Marcos Koyama, explica detalhes da execução do projeto. “Todas as rampas serão construídas seguindo as normas da acessibilidade, conforme a ABNT NBR 9050, com critérios e parâmetros técnicos”.

Serão investidos cerca de R$ 72 mil provenientes dos próprios cofres da Prefeitura. O Prefeito Gilson Fantin ressalta a importância de melhorar a acessibilidade das pessoas que possuem algum tipo de dificuldade de locomoção. “Estamos dando atenção especial para que nosso Município possa oferecer melhores condições de mobilidade aos cadeirantes. O Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida está contribuindo muito nesse processo”.

MOBILIDADE

A Prefeitura de Registro também iniciou a elaboração do Plano de Mobilidade Urbana, que abrange questões como acessibilidade, ciclovias, ciclofaixas, tarifas dos transportes públicos, regulamentação das vias, calçadas, conscientização de pedestres e motoristas, entre outros quesitos.

A primeira etapa consiste na coleta de informações junto aos munícipes por meio de pesquisa pública presencial e online. Pela internet o questionário está disponível no site oficial da Prefeitura de Registro (www.registro.sp.gov.br). Um funcionário de Secretaria Municipal de Trânsito e Mobilidade Urbana também fará a pesquisa com munícipes de diversos bairros.

Após o levantamento das informações, a Prefeitura irá promover audiências públicas previstas para o mês de fevereiro. O Plano de Mobilidade Urbana é uma exigência da Lei Federal nº 12.587, de 3 de janeiro de 2012.





























Próxima NotíciaAplicativo Zeladoria de Registro está disponível também para iOS Aplicativo Zeladoria de Registro está disponível também para iOS